Quando é possível reverter a vasectomia e quais as chances de fertilização?

Utilizado como um método contraceptivo pelos homens, a vasectomia é uma técnica que tem como principal objetivo controlar a natalidade e permitir o planejamento familiar. Estima-se que, no Brasil, aproximadamente 35 mil procedimentos deste tipo sejam realizados todos os anos.

Apesar de esta ser uma cirurgia que possui caráter definitivo, existe a possibilidade de reverter vasectomia em homens que mudaram de ideia e desejam ter filhos após o procedimento. Hoje, a porcentagem de indivíduos que desejam fazer esta reversão varia entre 2 e 6%.

O que é o procedimento e como é a reversão da vasectomia?

A vasectomia consiste em uma intervenção cirúrgica em que é executado um corte na bolsa testicular, interrompendo a passagem de espermatozoides pelos canais deferentes. Vale lembrar que o sêmen continua sendo produzido e expelido, mas sem a presença dos espermatozoides.

Para reverter vasectomia, é necessário um procedimento da área de Reprodução Humana que consiste no religamento dos canais deferentes por onde é feita a passagem do sêmen e dos espermatozoides.

Quando a reversão de vasectomia é procurada?

Os principais motivos que levam um homem buscar pelo procedimento para reverter vasectomia são:

  • Novo relacionamento;
  • Desejo de ter mais filhos com a mesma parceira;
  • Má aceitação da cirurgia;
  • Morte de filhos;
  • Surgimento de problemas de saúde relacionados a esterilização, como dores testiculares.

Para que a reversão tenha o sucesso esperado, é necessário levar em conta o tempo decorrido da cirurgia e a idade do paciente. Isso porque os homens perdem progressivamente a qualidade do espermatozoide com o avançar dos anos.

Como é feito o procedimento de reversão da vasectomia?

Como mencionado anteriormente, existe a possibilidade de reverter vasectomia, sendo necessária uma cirurgia para o religamento dos dutos deferentes que foram cortados e fechados. O procedimento reconstrói esse canal, permitindo que os espermatozoides cheguem até a uretra e sejam expelidos junto com o sêmen durante a relação sexual.

A técnica para reverter vasectomia é feita por meio de uma microcirurgia, que é feita com o auxílio de um microscópio e uma pequena incisão no saco escrotal. Isso permite que as pontas dos canais deferentes sejam identificadas e suturadas com fios bem finos, a fim de garantir total precisão durante o processo.

O procedimento é realizado utilizando anestesia ou sedação, com tempo de recuperação estimado em 5 dias, nos quais o paciente precisa evitar esforços e relações sexuais para não ter nenhum problema.

Qual a taxa de sucesso da reversão e a indicação?

Após a cirurgia, o paciente deve aguardar até 45 dias para que seja feito um espermograma para avaliar a quantidade de espermatozoides presentes no sêmen. Este exame também permite a identificação de seu formato e capacidade de movimentação, que são fatores cruciais para a fertilidade masculina.

Estima-se que as chances de a cirurgia dar certo é maior nos casos em que ela a vasectomia foi realizada, em até 3 anos. Nesse sentido, é preciso que o homem que deseja reverter vasectomia realize o procedimento o quanto antes para que as chances de sucesso sejam altas e para que exista a possibilidade de restauração da fertilidade.

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Dicas para decorar um quarto de adolescente. A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS 8 destinos divertidos para viajar com as crianças no Brasil Como lidar com seus pequenos monstros! OS 10 Melhores Parques Temáticos do Mundo 8 Castelos Reais que inspiraram desenhos da Disney Shopping Cidade São Paulo tem super atração dos PJ Masks As crianças e as fantasias Dicas criativas para o estimulo dos pequenos Costumes interessantes de outros países