Crianças ansiosas: entenda como lidar com elas

Por 0 , , Permalink 1

Imagine a seguinte situação: é o primeiro dia de aula e seu filho é novo no colégio. Visivelmente nervoso, no caminho para a escola ele diz que não quer ir e que não se sente bem. Qual seria a sua reação?

Momentos de preocupação, insegurança e ansiedade são frequentes na rotina das crianças, afinal, elas passam por um período de experiências novas e aprendizados.  Mas os pais precisam saber lidar corretamente para que isso não prejudique o desenvolvimento delas.

Antes de entrar a fundo no assunto, é importante ressaltar que ansiedade em excesso ou com alta frequência podem ser indícios do distúrbio de ansiedade. Trata-se de um mal que atinge uma grande parte de crianças e adultos, e por isso deve ser tratado com o auxílio de médicos especialistas.

A primeira dica para ajudar seu filho em uma situação de ansiedade é transmitir segurança. Faça o que for possível para encorajá-lo a enfrentar o desafio que ele tem pela frente. Ressalte que ele é forte e demonstre confiança. E claro, mostre que você está e continuará por perto, portanto, ele poderá sempre contar com sua ajuda.

Outro passo importante é focar-se em acalmar o corpo e não a mente. Dizer que “vai ficar tudo bem” ou que “não há razões para se preocupar” provavelmente não vai adiantar em nada. Porém, orientá-lo a respirar fundo e relaxar os músculos, por exemplo, vai ajudá-lo a se sentir melhor. Outra dica interessante: peça para ele dizer cinco coisas que ele consegue ver, ouvir, cheirar ou tocar. Assim, o foco sai da mente e vai para os sentidos do corpo.

Se a criança tiver idade suficiente para entender, vale a pena ser sincero e contar exatamente o que está acontecendo com ela. Explique que o cérebro se sente em um momento de perigo e por isso envia sinais para o corpo que formam o sentimento de “ansiedade”. Mostre que isso é normal e nem é algo ruim quando necessário. O cérebro só se confunde na hora de decidir quando é necessário ou não.

Por fim, evite fugir das situações que causam ansiedade ao seu filho. Sabemos que não é fácil enfrenta-las, mas vocês podem tentar encarar a situação com mini objetivos. Por exemplo, se seu filho está inseguro de brincar com outras crianças no parque, estabeleça pequenas metas como entrar no parque, se aproximar das crianças, conversar com elas, etc. Dividir o medo em “pedaços” faz com que a crianças lute passo a passo contra suas incertezas.

Ainda que crianças sejam naturalmente ansiosas, é importante que os pais estejam de olho para verificar se esse não é um problema que está se agravando e tornando-se um distúrbio. Por isso, preste atenção nas reações de seu filho, converse com ele e coloque-se à disposição para ajuda-lo, respeitando seu espaço e seus sentimentos.

 

*Fabiany Lima é mãe de Gêmeas, escritora de livros infantis e criou o aplicativo Timokids, que oferece livros e jogos socioeducativos com ilustrações em 3D narrados e legendados em 4 idiomas e que estimula a interação da família

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


:D :-) :( :o 8O :? 8) :lol: :x :P :oops: :cry: :evil: :twisted: :roll: :wink: :!: :?: :idea: :arrow: :| :mrgreen:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.