Coisas que nos deixam de boca aberta

Um dos motivos por adorar escrever sobre a paternidade é deixar registrado momentos que, um dia meus filhos, já maiores irão ler e relembrar, e tem algo que adoro: Deixar eternizado coisas que nos deixam de boca aberta:

 

Estava trabalhando no meu computador e minhas filhas, uma de cada vez, no homeschooling (o dia, para registro, é 12/08/2020 – parentese aqui, quanto tempo mais vai durar esta pandemia?).

 

A atividade passada pelas professoras era a seguinte:

Cada uma tinha que pensar e registar em uma bolinha a sua cor favorita.
Após, desenhar e escrever o que esta cor te faz lembrar quando pensa nela.

 

A Nicole fez primeiro, na cor amarela e desenho uma banana bem caprichada.

A Sofia pegou um rosa e associou a um sorvete de morango (tinha tomado um no final de semana).

E foi a vez a Julia.

Ela não queria desenhar uma cor. Estava muito brava por causa disso, alegando que amava todas as cores e não era justo escolher uma.

Explicamos que esta era a atividade proposta.

E bateu o pé, recusando a fazer a atividade. Brava mesmo. Brigando

Pensando que não valia a pena comprar a briga, decidimos: Ok, desenha do seu jeito.

No espaço onde colocava a cor, ela desenhou várias cores.

Eu só estava observando o que ela ia fazer.

Sem falar nada, começou a desenhar, concentrada
Ao finalizar, diz:

Pronto! Como amo todas as cores eu fiz este arco-iris!

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.